Bem-vindos ao nosso blog!

EU QUERO PLANEJAR A MINHA CARREIRA! Cadastre-se e tenha acesso a todas as nossas informações.

 
 

Não quero, obrigado.

Os Leões e as Oportunidades - Coaching para Biomédicos com Marcos Schott

Os Leões e as Oportunidades

Biomedicina , Carreira , Criatividade , Empreendedorismo | Por: | 8 mar 2016 | 0 Comentário

 

Ontem tive o prazer e a honra de palestrar para os Biomédicos da Universidade Feevale, em Novo Hamburgo/RS. Participei da Calourada 2016, provavelmente uma das maiores e mais bem organizadas do Brasil, evento promovido pelo Diretório Central dos Estudantes, através de debates e ações que ajudam a fomentar a formação acadêmica dos alunos. Tive a oportunidade de falar sobre Direcionamento e Planejamento de Carreira para Biomédicos e encontrar amigos e profissionais que admiro. Sobre o dia de ontem, compartilho duas histórias relacionadas a leões que nos fazem perceber oportunidades e o mercado de trabalho com um novo olhar.

Quando percebemos que não podemos simplesmente ficar a procura de um emprego depois de formado, como se fazia há anos atrás, começamos a procurar outras soluções para nos inserir no mercado. Começamos a falar muito mais sobre empreendedorismo e inovação do que carreira em si. Mesmo assim, ainda são muitos os que reclamam da falta de oportunidade que se enfrenta na Biomedicina.  Aí entra a primeira história relacionada aos leões. Essa história eu apresento em minha palestra por se tratar de inovação, oportunidade, dedicação e vários outros elementos importantes e que devemos desenvolver ao longo da vida.

A história é o case de Richard Turere, 13 anos. Esse garoto via os leões darem prejuízo a sua família ao atacarem sistematicamente o seu rebanho de gado na sua comunidade Masai na África. ele sentiu que deveria fazer algo a respeito e começou a penar e validar suas ideias. Hoje ele é reconhecido na África e no mundo por ter desenvolvido um sistema anti ataque de leão a rebanhos de gado de baixíssimo custo. Ele mapeou um problema latente e criou uma solução viável. Inovou. E não precisou matar os leões, apenas entender seu comportamento e seus medos. Aqui segue uma de suas palestras no TED:

 

O segundo fato sobre o rei da selva eu escutei do Dr. Renato Minozzo. Estávamos tomando um café ao final da palestra e ele começou a contar uma história que ele tinha ouvido fazia algum tempo. Uma história que retrata essa disputa por vagas limitadas no mercado de trabalho. Era mais ou menos assim:

Três exploradores estavam na savana, fazendo um safari. Um deles calçou um super tênis de corrida, para se preparar melhor para correr caso aparecesse algum leão pelo caminho. Os outros dois riram.

Um disse:

- Você acha que só por estar usando esse tênis de corrida vai conseguir correr mais que o leão?

O segundo complementou:

- Veja bem, o leão pode chegar a 50Km/h, você chegará no máximo a 25-30 Km/h... não seja ridículo.

O explorador que calçara o par de tênis, ao terminar de amarrar seus cadarços responde:

- Não tenho pretensão de correr mais que o leão, na verdade só preciso correr mais rápido que vocês dois.

Se você não quer ficar correndo de leões, estude-os. Tire a melhor lição dos problemas que o cercam e tente encontrar soluções para eles. Você pode acabar se dando muito bem!

Um grande abraço

Marcos Schott
Criador do DPCB

QUERO PLANEJAR A MINHA CARREIRA! Clique aqui para começar AGORA!

COMPARTILHE


Sobre o Autor


Foto Autor

Marcos Schott

Minha missão de vida é ajudar pessoas a desenvolverem-se pessoal e profissionalmente e espero poder ajudar você também! [Saiba mais]

Paginação entre posts

Comentários


Deixe o seu comentário