Bem-vindos ao nosso blog!

EU QUERO PLANEJAR A MINHA CARREIRA! Cadastre-se e tenha acesso a todas as nossas informações.

 
 

Não quero, obrigado.

O Perfil Comportamental Do Biomédico - Coaching para Biomédicos com Marcos Schott

O Perfil Comportamental Do Biomédico

Autoconhecimento , Biomedicina , Coaching , Ferramentas | Por: | 13 mar 2016 | 0 Comentário

O comportamento humano me fascina. Ele é desenvolvido a medida que agimos frente ao que a vida nos apresenta. Aristóteles já dizia, somos o que fazemos repetidamente. Nossos hábitos podem nos levar à excelência, à ruína ou simplesmente a lugar algum. Entender nosso modo operante é essencial na caminhada de quem tem aspirações na vida. Não adianta hackearmos o cenário, os negócios e não hackearmos a nós mesmos. Mas afinal, existe um perfil comportamental do Biomédico?

Eu entendi a importância de me hackear enquanto estava fazendo minha formação em Coaching. Ao olhar para minhas atitudes, sem julgamento, percebi o quanto meu comportamento, rotina e hábitos direcionavam minha tomada de decisões (ou melhor, a falta de tomadas de decisões). Estava operando no piloto automático. Para quem não quer sair da zona de conforto, isso pode parecer besta. Agora quando você percebe que está buscando uma mudança, que você não está satisfeito com a situação atual na qual se encontra, entender sobre seu comportamento pode fazer toda a diferença para que você possa agir diferente...

Existem diversas ferramentas e dinâmicas para tal. Uma das que mais me impactou e continuo replicando em minhas intervenções e cursos é a avaliação dos perfis comportamentais. Dividimos aqui quatro categorias de comportamento e nomeamos cada uma como um animal, gato, tubarão, águia e lobo. Nessa dinâmica a pessoa preenche um questionário e ao final dele, temos uma ideia do perfil dominante da pessoa.

Cada um desses animais representam e exemplificam algumas qualidades do comportamento humano. Se pudesse resumir o que cada um representa em uma frase seria assim:

- Tubarão: aquele que faz rápido.

- Lobo: aquele que faz certo.

- Gato: aquele que faz junto.

- Águia: aquele que faz diferente.

Essa dinâmica tem ajudado centenas de alunos da Biomedicina a se entenderem melhor. A perceberem pontos fortes e pontos de melhora, conseguem extrair o melhor que eles têm dentro de si e aplicar isso em suas futuras carreiras. Seja em dinâmicas de grupos em universidades ou de forma individual e online, essa ferramenta nos ensina muito a nosso respeito.  Percebo com isso que não há um perfil comportamental dominante nos Biomédicos, mas a maioria compartilha de alguns pontos em comum.

Entendo que quem escolhe a Biomedicina, tem um pouco de cada perfil. A visão de uma águia sobre o futuro, o coleguismo de um gato, a busca por resultados de um tubarão, de forma correta e precisa como um lobo. Numa profissão com 35 habilitações inúmeras áreas de atuação, ter esse entendimento pode significar um sentimento de sucesso ou fracasso.

Imagina se você tem o perfil comportamental dominante de uma águia e toma uma decisão profissional que equivale a uma gaiola?

E se seu perfil dominante for gato e seu trabalho não lhe proporcionar trabalho em grupo?

Já disse anteriormente, esse papo pode parecer besteira para quem não está buscando sair de sua zona de conforto. Agora para quem está buscando um maior entendimento de si para se desenvolver, pode ser essencial. Então antes de se perguntar qual seu perfil comportamental, pergunte-se se você está buscando conforto ou desenvolvimento.

Caso você esteja procurando desenvolvimento, clique aqui!

Grande abraço,

Marcos Schott

Criador do DPCB

QUERO PLANEJAR A MINHA CARREIRA! Clique aqui para começar AGORA!

COMPARTILHE


Sobre o Autor


Foto Autor

Marcos Schott

Minha missão de vida é ajudar pessoas a desenvolverem-se pessoal e profissionalmente e espero poder ajudar você também! [Saiba mais]

Paginação entre posts

Comentários


Deixe o seu comentário